Pesquisar este blog

4 de jul de 2014

Eventos Afro

Depois de um bom tempo sem postar por conta da vida corrida, estou retornando e de quebra, compartilho alguns eventos que vão rolar nos próximos dias.

1- DIÁLOGOS CONTEMPORÂNEOS: OS DESAFIOS DA IMPRENSA NEGRA NO SÉCULO 21
A Revista O Menelick 2º Ato, o Centro Cultural da Penha (CCP) e a Ayó Produções e Eventos realizam no próximo domingo (06), ás 14h, no Centro Cultural da Penha, em São Paulo, o encontro Diálogos Contemporâneos: Os Desafios da Imprensa Negra no século 21, que íntegra a programação do evento Ocupação Preta, que promoverá ao longo de todo o dia, no próprio CCP, uma série de atividades gratuitas pautadas na relação entre as heranças culturais de matrizes africanas e as novas manifestações artísticas afro-brasileiras.
A roda de conversa Diálogos Contemporâneos: Os Desafios da Imprensa Negra no século 21 discutirá a atuação, forma e conteúdo dos meios de comunicação dedicados a cobrir questões relacionadas ao universo do negro contemporâneo e quais os desafios e saídas para estes meios e profissionais neste início de século.
O encontro será mediado pelo jornalista e escritor Oswaldo Faustino, e contará com a participação do jornalista e também escritor Oswaldo de Camargo, do jornalista Nabor Jr. e das blogueiras Charô Nunes e Nênis Vieira.

QUANDO: 6 DE JUNHO DE 2014
HORÁRIO: DAS 14H ÀS 16H
ONDE: CENTRO CULTURAL DA PENHA
ENDEREÇO: LARGO DO ROSÁRIO, 20
ENTRADA GRATUITA


2- Filme Abá na TV Brasil


3- EXPOSIÇÃO IBARÉ LEWÁ RETRATA A CULTURA DO CANDOMBLÉ

Amizade e beleza. É isso que significa Ibaré Lewá, o nome da exposição que chega ao Centro Cultural São Paulo (CCSP) no dia 10. Na instalação, é exibido um material inspirado na cultura do candomblé, que inclui videoperformances, objetos do cotidiano dessas comunidades e ensaios fotográficos. 
Responsável pela instalação, Erica Azeviche explica a escolha dessas palavras em iorubá para dar nome ao evento. “Aponta para o encontro de três mulheres”, compondo essa bela amizade. São elas: a Ialorixá Maria Helena de Yoba, da casa de candomblé Àse Egbé Òmò Yoba Tunde, localizada no bairro de Pirituba, em São Paulo; a fotógrafa Claire Jean; e a própria Azeviche, uma performer, além de candomblecista. Foi na casa de Maria Helena que a Erica iniciou a pesquisa que originou a exposição. 

SERVIÇO
Centro Cultural São Paulo – Piso Flavio de Carvalho. R. Vergueiro, 1.000, Paraíso. Próximo da estação Vergueiro do metrô.
tel. 3397-0001 e 3397-0002.
Até dia 31/8. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb. dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis


Nenhum comentário:

Postar um comentário