Pesquisar este blog

14 de mai de 2012

Prêmio Educar para a Igualdade Racial: Experiências de Promoção da Igualdade Étnico-Racial no Ambiente Escolar

Compartilho com vocês, uma matéria que saiu no site Adital sobre o Prêmio Educar para a Igualdade Racial: Experiências de Promoção da Igualdade Étnico-Racial no Ambiente Escolar. Vejam como participar...



Professores/as e escolas que trabalham com a temática étnico-racial em sala de aula já podem se inscrever para a sexta edição do prêmio Educar para a Igualdade Racial: Experiências de Promoção da Igualdade Étnico-Racial no Ambiente Escolar. A iniciativa é promovida pelo Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (Ceert). Os/as interessados podem se inscrever até o dia 31 deste mês por correio ou pelo sítio eletrônico do Centro.
De acordo com o edital, a intenção é incentivar educadores/as e escolas a incluírem a temática nos projetos pedagógicos "objetivando concretizar o direito constitucional ao pleno desenvolvimento escolar das crianças, adolescentes e jovens negros, brancos, indígenas e de outros grupos étnicos, e a garantia de igualdade de acesso, permanência e sucesso na escola”. O prêmio, segundo a convocatória, é uma forma de valorizar e reconhecer ações de promoção da igualdade racial no ambiente escolar, contribuindo, desta maneira, para a superação da discriminação.
A premiação é dividida em duas categorias, as quais são subdivididas em outras quatro: categoria professor/a: para educadores/as da educação infantil, do ensino fundamental - anos iniciais (1° ao 5° ano) e anos finais (6° ao 9° ano), e ensino médio; e categoria escola, que abrange instituições de educação infantil, escolas de ensino fundamental dos anos iniciais, escolas dos anos finais, e instituições do nível médio.
Podem concorrer ações desenvolvidas entre os anos de 2009 e 2011 que discutam o tema da diversidade e igualdade étnico-racial. Os/as interessados/as podem se inscrever até o dia 31 deste mês através do sítio eletrônico do Ceert (www.ceert.org.br) ou por correio (Rua Duarte de Azevedo, 737, Santana CEP: 02036-022 São Paulo-SP).
Na primeira etapa, o Prêmio selecionará 32 trabalhos, os quais serão publicados em um livro/catálogo. Após essa fase, serão escolhidas 16 experiências, sendo oito na categoria professor/a (dois/duas educadores/as de cada subdivisão) e mais oito na categoria escola (duas instituições de ensino selecionadas por subdivisão).
Os/as vencedores/as receberão prêmio em dinheiro e um kit de livros sobre diversidade e igualdade étnico-racial. Também terão a oportunidade de participar de um curso sobre educação igualitária organizado pelo Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades.
Esta é a sexta edição do Prêmio Educar para a Igualdade Racial: Experiências de Promoção da Igualdade Étnico-Racial no Ambiente Escolar. A iniciativa já premiou trabalhos realizados em escolas de vários estados, como São Paulo, Pernambuco e Amazonas.
Na terceira edição, por exemplo, a Escola de Ensino Médio Monsenhor Antônio de Pádua Santos, em Afogados da Ingazeira (PE), recebeu o reconhecimento pelo projeto Qualidade da Água em uma Comunidade Quilombola, desenvolvido em uma comunidade quilombola da região. A atividade teve o objetivo de ressaltar o valor da cultura afro-brasileira e destacar o papel das cisternas de água na comunidade.
Consulte o edital completo em: http://www.ceert.org.br/pesquisa/formularios/imagens/Edital.pdf
Com informações de Ceert.


Matéria extraída na íntegra do site: http://www.adital.com.br/jovem/noticia.asp?boletim=1&lang=PT&cod=66890

Nenhum comentário:

Postar um comentário